segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Afeto!

1 Sentimento de afeição ou inclinação para alguém. 2 Amizade, paixão, simpatia. (Dic. Michaelis).
Existem sim, vários tipos de afetos. Afetos que se manifestam apenas por cruzar olhares, afetos por companheiros de jornada, pessoas que admiramos e que estão sempre ali ao nosso lado. Uma afeição se manifesta quando choramos com alguém ou quando rimos com alguém, ou até, certas vezes, nos dois casos.
E em ocasiões especiais esse afeto se transforma numa vontade incontrolável de fazer carinho, de olhar dentro dos olhos, de entrelaçar as mãos.
Um afeto chega de várias formas em diferentes lugares por diferentes razões. Não controlamos nossos afetos, eles simplesmente existem, ou não, e são vividos com intensidades proporcionais à afeição que eles têm por nós.
Um afeto grande pode estar sentado ao nosso lado no teatro, pode contar piadas que nos fazem rir sem nem bem sabermos de que. E aí começamos a descobrir beleza nos detalhes mais sinuosos das conchas, nos dias sem sol, nas noites sem lua... e quando lembramos do nosso afeto sentimos um certo entorpecimento que deixa os pensamentos leves, verdadeiramente azuis.
Que chegue então o afeto, e me molhe...
Como a Luz do Dia!

Um comentário: